Existem diversas teorias sobre o surgimento dos buquês de noiva. Tem a crença de que, na Idade Média, as noivas iam a pé para igreja e, no caminho, eram saudadas pela comunidade com ervas e outros temperos que traziam sorte para o casal.

Há histórias mais engraçadas, como as que atribuem o uso do buquê à falta de banho das noivas! Com as flores em mãos, elas disfarçavam o mal cheiro.

Outra lenda remete à Grécia Antiga. Naquela época, as noivas que iam se casar faziam buquês de ervas para atrair boas vibrações para a união.

Já outra versão — que inclusive é a que eu mais gosto — diz que, em vez de ervas, as pessoas jogavam flores em direção à noiva, que as ia recolhendo no caminho para a igreja e formava um lindo buquê.

São diversas histórias, mas o fato é que a tradição se popularizou primeiramente na Europa antes de ganhar todo o mundo ocidental.

Como no século XIX não era permitido falar abertamente sobre sentimentos, principalmente as mulheres, os buquês eram usados para contar histórias por meio das flores. Assim, cada flor tinha um significado diferente e a noiva escolhia as flores de acordo com aquilo que queria comunicar.

Por exemplo, as rosas vermelhas significavam paixão; as amarelas, felicidade e as brancas, pureza. Já as tulipas significavam elegância e sensibilidade; as orquídeas, sensualidade e beleza, e por aí vai.

Também diz a tradição que as ervas e flores usadas para compor o buquê afastam o mal olhado e protegem o casamento.

Abaixo, separei cinco modelos diferentes de buquês de noiva: um romântico, um clássico, um buquê ideal para casamentos no campo ou na praia, uma opção com cores mais fortes e os chamados buquês desconstruídos. Dê uma olhada em cada um e inspire-se para escolher o tipo que mais lhe agrada:

Buquê Romântico

buquês de noivas românticos

Rosas, tulipas, ranúnculos, ervilha-de-cheiro e flor de laranjeira compõem este lindo buquê de noivas romântico — Foto: Constance Zahn

Os buquês de noiva românticos levam esse nome pelas flores que costumam vir no arranjo. Eles podem ser formados por frésias brancas, rosas spray nude, rosas brancas, denphales brancas e bouvardia. No acabamento, este tipo de buquê leva algumas folhagens de ruscus, avencas, heras e cinelarias. Um charme que só.

Buquê Clássico

buquês de noiva clássicos

Exemplo de um buquê de noiva clássico e minimalista – Foto: Constance Zahn

Os buquês de noiva clássicos usam flores mais tradicionais como tulipa branca, rosa spray bouquet e denphales brancas. O formato é em estilo cascata, muito usado nos anos 80 e 90 e que agora está voltando com tudo, cada vez mais presentes nos casamentos.

Buquê para Praia ou Campo

buquês de noiva de praia ou campo

Exemplo de um buquê de noiva para casamento na praia ou no campo — Foto: Constance Zahn

Um casamento na praia ou no campo pede um buquê de noiva bem floral e com cores pontuais. No campo, pode ter um buquê com uma flor ou outra mais escura, até porque a luz do dia permite essa mescla mais ousada. Fora isso, o próprio ambiente remete mais às flores. A escolha das flores pode ser de brotos de hortênsias, perpetua rosa, rosa spray branca e angélicas – as angélicas e todas as outras flores que têm um perfume mais marcante devem ser usadas com moderação.

Buquê com Cores Fortes

buquês de noiva com cores mais fortes

Buquês de noiva formados somente por flores escuras não são recomendados. O melhor é que ele venha mesclado com flores de diferentes tons, como este — Foto: Constance Zahn

Outro estilo que tem aparecido bastante são os buquês redondos mais disformes ou em estilo vintage e em cores quentes. Se está pensando em ter um buquê com cores mais fortes, tenha atenção: o buquê inteiro de cores escuras tira um pouco a atenção da noiva e joga toda atenção para o buquê. A sugestão é mesclar flores claras com flores em tons mais escuros, como este da foto.

Buquê Desconstruído

buquês de noiva desconstruídos

Às vezes um leve desarranjo nas flores pode dar um charme extra ao buquê — Foto: Constance Zahn

Como o nome já diz, ele é uma desconstrução do arranjo tradicional, com um mix de folhas, texturas e cores, com pontas desconectadas, sem uma forma definida e sem simetria. As flores usadas normalmente são bem contrastantes, em cores, tamanhos e formas, com uma aparência bucólica, como se tivessem sido colhidas no jardim a caminho do altar.

Também gravei um vídeo para o meu canal no YouTube sobre buquês de noiva. Para assisti-lo, clique aqui.

 

 

Gostou? Então clique aqui para conferir os outros blog posts
Conheça ainda algumas das minhas noivas nesta galeria de fotos
E acompanhe as novidades sobre o meu atelier nas redes sociais!

Facebook - Luciana Collet  Instagram - Luciana Collet  YouTube - Luciana Collet  Pinterest - Luciana Collet

Deixe seu comentário!