ConsultoriaMídia

Bate-papo Luciana Collet para Constance Zahn

Por 10 de agosto de 2017 Nenhum comentário

Quando decidi dedicar meu tempo para criar um canal no Youtube e desenvolver conteúdo para este blog, sempre tive como objetivo guiar as noivas para uma escolha acertada do seu vestido de noiva. Cada post e cada vídeo são preparados com muito carinho e dedicação para que as informações fiquem claras e sejam super úteis.

Por conta desse espaço, acabo recebendo diversas dúvidas que me ajudam a criar novos temas para o blog. Recebo também agradecimentos de noivas que fazem uso das informações dos meus canais na hora de decidir o vestido de noiva ideal. E foi justamente para levar algumas dicas valiosas que a Constance Zahn, uma das principais referências para noivas, me convidou para um bate-papo bacana, onde falo sobre a minha carreira e trago mais algumas dicas para noivas.

Confira abaixo, na integra, a conversa publicada no site.

BATE-PAPO COM LUCIANA COLLET

Luciana Collet é especialista em vestidos de noiva e, em seu canal no YouTube, tem sempre ótimos vídeos sobre o assunto! Mas, como dicas são sempre bem-vindas, conversamos com a estilista e esclarecemos mais algumas dúvidas em relação ao look do grande dia. Durante nosso bate-papo, Luciana também contou um pouco mais sobre sua carreira, o estilo de suas noivas e tudo o que a inspira!

– Como tudo começou?

Eu sempre fui apaixonada pelo mundo da moda. Minha avó paterna era, por hobby, uma costureira de mão cheia e eu adorava observá-la! Sempre me encantou a ideia da roupa transmitir mensagens e, por isso, me formei em moda. Mas foi executando o meu vestido de noiva que percebi o caminho que era minha paixão, o sob medida, o personalizado. E trabalhar com a felicidade das pessoas, que não tem preço. Aos poucos, fui me especializando, me aprimorando, até me sentir preparada para dar o meu melhor e realizar sonhos.

– Como você define o estilo da noiva Luciana Collet?

Eu sempre amei os aspectos tradicionais do casamento e acho que costumo passar isso… Minha noiva é clássica, romântica, feminina, com uma elegância calma e atemporal sem perder a bossa.

– Quais são as suas principais inspirações?

Eu sempre me inspiro no belo: arte, música, na história, que, ao longo do tempo, sempre nos diz muito. E na mulher em si, que é do seu tempo, mas também gosta de ser atemporal, que quer se destacar sem perder sua essência.

Foto: Ivan Erick

– Quais são as suas apostas como tendências em vestido de noiva para 2017?

O grande hit da temporada vai ser o uso de capas, boleros e “ponchos”, um jeito versátil de dar um ar elegante e contemporâneo ao visual da noiva. Também é uma ideia bastante interessante para mudar o visual da cerimônia para a festa. O forro nude, que destaca o trabalho da renda, ou algum outro tecido com um pouco mais de transparência ainda continua aparecendo bastante neste ano, bem como bordados delicados, flores em 3D e laços em diferentes proporções. Nos decotes, o ombro a ombro, que deixa os vestidos mais românticos e também dão um ar de sensualidade, vão continuar em alta.  Assim como o decote em V, com um pouco mais de profundidade, boa aposta para as noivas com pouco busto. Além disso, acho que o decote nadador é uma tendência bastante forte para as noivas mais contemporâneas. Enfim, acho que esse ano a gente vai ver noivas mais modernas, femininas, com um pouco mais de transparência, mas sem perder a elegância.

– Tem alguma história de um pedido inusitado ou um desafio especial?

Tem uma que muita gente acha piegas, mas pra mim, é a síntese de tudo aquilo que eu valorizo no meu trabalho. Recentemente, uma noiva me trouxe o vestido de sua mãe e as fotos do casamento dela e pediu que eu fizesse uma releitura usando alguns elementos do próprio vestido. Ela queria um vestido que fosse só dela, feito especialmente para o seu grande dia, mas se identificava tanto com o estilo usado pela mãe no casamento, que queria fazer algo parecido – mas que tivesse a sua personalidade. Está sendo um trabalho lindo, que me orgulho muito de fazer parte!

Foto: Josefina Bietti (Abá Mgt)

– Quais tecidos você indica para casamento na praia? 

Tecidos leves e fluidos como, por exemplo, musseline de seda, crepe georgete, tule de seda e renda chantilly.

– Existe algum tecido que seja mais fácil de transportar em caso de destination wedding?

A seda realmente é um problema nesses casos, pois amassa com muita facilidade. Se a noiva procura praticidade, menos dor de cabeça e não quer correr o risco de não encontrar algum lugar de confiança para passar o vestido, melhor optar pelo tule ou a renda que, além de serem lindos e caírem muito bem para um casamento ao ar livre, por exemplo, são mais difíceis de amassar.

– Qual tecido você acha curinga, que combina com cidade, praia, campo…

A renda, sem dúvida. Sou até meio suspeita pra falar, porque amo a renda, rs! Mas existe uma infinidade de tipos e opções de desenhos que, com certeza, vão ser adequados para qualquer ambiente e horário. O importante aqui é que a renda escolhida esteja de acordo com a personalidade da noiva.

Fotos: Yuri Sardenberg e Aninha Monteiro

– O que deve ser evitado pelas noivas de quadril largo? 

O vestido sereia não é a melhor opção, pois marca muito a silhueta, dando a impressão de quadris maiores.

– E o que as noivas baixinhas e magrinhas devem usar?

Vestidos de noiva que criem a ilusão de uma silhueta longa, como, por exemplo, um corte mais reto e sem muito volume – aqui uma dica importante: o volume é o vilão das baixinhas, porque achata a silhueta e dá a impressão que elas são ainda menores!

– E as noivas de seios grandes?

Tudo que fecha muito no busto não é legal para quem tem seios volumosos. Aqui, é importante ter uma estrutura interna bem preparada, que dê bastante sustentação. Uma cava no ombro ajuda a modelar o seio e suaviza o visual. Atenção especial ao tipo de decote: arredondado e em V são os ideais nestes casos, principalmente se a noiva deseja fazer com que os seios pareçam um pouco menores. Só cuidado com decotes muito profundos, que podem deixar o visual vulgar.

– Quais são as dicas para escolher a mantilha certa?

A mantilha é um tipo de véu bastante utilizado por noivas clássicas e românticas. Ela forma uma moldura em torno da noiva, por isso, o tamanho do rosto sempre deve ser levado em consideração. Por exemplo, para um rosto mais redondo, a mantilha deve ser mais delicada, sem muito volume. Já o rosto mais fino combina com uma mantilha com mais volume que dá um efeito bem bonito. Apesar de linda, a mantilha não é a única opção de véu e nem é indicada para todas as noivas – é preciso ver que tipo de véu combina melhor com o vestido escolhido. Além disso, é preciso ver se o comprimento do véu é adequado para o local da cerimônia, pois não adianta nada um véu gigante se o local do casamento é pequeno. O local, horário do casamento e tamanho da nave da igreja são itens importantes a serem levados em consideração na hora de escolher o véu.

– Você orienta a noiva em relação à escolha do acessório de cabelo e penteado?

Como trabalho apenas com vestidos sob medida, convivo muito tempo com minhas noivas e acabo me envolvendo com todos os detalhes que compõem o visual dela no grande dia. Faço uma consultoria completa mesmo, indicando que tipo de acessórios são legais para o cabelo, também as joias, o sapato, o bouquet, o estilo de maquiagem… Tudo isso faz parte do look e são coisas que já visualizo durante o processo de criação do vestido. Durante as provas, vamos acertando esses detalhes.

– Como funciona o seu atendimento à noiva?

Eu participo ativamente de todo o processo, desde o primeiro encontro até a última prova. Sempre marcamos uma primeira conversa, em que a cliente me fala dela, do seu sonho, suas referências e gostos. Ali mesmo, faço um primeiro esboço do que penso para o vestido dela, mostro tecidos, rendas, detalhes, tipos de silhuetas, decotes, etc. Para muitas pessoas, o vestido sob medida é um desafio pois ela não o está vendo, então muitas vezes eu faço a moulage – que é um esboço do vestido que estou criando pra ela, com os tecidos que tenho disponíveis ali na hora. Assim, ela consegue se visualizar e ter uma noção mais clara daquilo que estou falando. A partir do ok da noiva, começamos as provas e ela vai acompanhando, passo a passo, a produção de seu vestido. Cada noiva curte de um jeito diferente e eu acabo amando ainda mais o processo do sob medida! No dia do casamento, sempre desloco uma funcionária minha até o local da cerimônia para vestir a noiva e deixar tudo perfeito – quando a agenda permite, eu mesma faço isso!

– Quais são as 3 dicas que você daria para as noivas na hora de escolher o vestido de noiva?

  1. Vestido de noiva não é fantasia, então acredito que o look precise ter sua personalidade, você precisa se enxergar nele! Tem que estar do jeito que você gostaria de se ver.
  2. As escolhas devem ser conscientes. Não se trata de usar algo que é moda essa temporada e, sim, que te deixe feliz hoje e também daqui a 20 anos.
  3. Veja sempre o que te valoriza mais, a opinião de um profissional sempre ajuda nesse momento para esclarecer as ideias. As pessoas se apaixonam sempre pela ideia do que elas acham que gostariam, mesmo que já saibam o que lhes cai melhor.

(Fotos: Reprodução)

Gostou? Então clique aqui para conferir os outros blog posts

Conheça ainda algumas das minhas noivas nesta galeria de fotos
E acompanhe as novidades sobre o meu atelier nas redes sociais!



 Facebook - Luciana Collet  Instagram - Luciana Collet  YouTube - Luciana Collet  Pinterest - Luciana Collet

Deixe seu comentário!