Dicas

Grinalda finaliza e dá charme ao visual da noiva

Por 11 de maio de 2018 Nenhum comentário

Ao longo dos séculos, sobretudo no ocidente, estabeleceu-se um visual clássico para as noivas, baseado em quatro elementos já bastante conhecidos nossos – vestido branco, bouquet, véu e grinalda.  

Na Idade Média as noivas já utilizavam coroas de flores que faziam referência à primavera, como símbolo de esperança de um novo tempo, renovação da natureza. Hoje ainda as grinaldas fazem alusão aos elementos da natureza e têm simbologia de um futuro próspero. 

Na hora de fazer a sua escolha, pense que a simetria e coerência devem ser primordiais. Tudo deve estar em harmonia com o vestido, ambiente, horário da cerimônia e personalidade da noiva. 

coroa é um elemento utilizado nos casamentos reais, e tudo tem uma razão de ser. Não é o tipo de adereço que recomendo, mas se for um sonho de quem vai se casar, por que não realizar? Afinal, o casamento é um momento único. 

 

As flores de seda estão ganhando cada vez mais adeptas. Há uma grande variedade de tecidos, como organza, musselina, zibeline e cetim, que conferem leveza e delicadeza ao traje.  

 

As flores naturais também são bastante usadas, sobretudo em casamentos na praia ou no campo, e cerimônias que são realizadas durante o dia. Para esse tipo de grinalda há uma infinidade de possibilidades – levando em conta que a matéria prima são as flores. Mas é importante estar atento para a durabilidade das flores que serão escolhidas, o horário em que a coroa será preparada, para garantir o viço das flores que vão compor o adereço. 

pente é uma das minhas grinaldas favoritas. Existe uma grande variedade, em propostas mais modernas, atemporais, desenvolvidos a partir de metais preciosos, cravejados com cristais, pedras, pérolas, entre outros. Vale muito apostar em uma peça de família, que passa também a ser um elemento afetivo, cheio de referências e, reza a lenda, traz sorte. Se a sua mãe, tia, avó, têm um pente sofisticado, que vai harmonizar com o visual que você quer e com todo o contexto do casamento, aproveite a oportunidade. 


tiara, também é um tipo de grinalda e que, assim como a coroa, pode conferir um ar de majestade à produção. O primeiro passo para a escolha da tiara é pensar que, se for um casamento de dia, o ideal seria apostar em menos brilho e materiais mais opacos. Se a cerimônia for à noite, tiaras com strass, pedrarias e brilhos são sim apropriadas. Certifique-se que o penteado escolhido vai combinar com este acessório.  

 

Atenção à simetria 

Aqui, as escolhas devem sempre levar em consideração o tamanho da cabeça da noiva. Se é grande, é melhor que o adereço seja mais discreto. Se é pequena, a peça pode ser um pouco maior, rica em detalhes. A altura também tem de ser considerada. Uma noiva de baixa estatura pode utilizar uma grinalda a alongue um pouco mais. Para uma noiva alta, a boa pedida é uma peça mais discreta, para também não conflitar com a estatura do noivo. Lembre-se, a harmonia é o ponto de partida para qualquer produção! 

Deixe seu comentário!