DicasNoivasVestido de noivaVestidos sob medida

Última prova do vestido de noiva

Por 20 de julho de 2018 Nenhum comentário

É na última prova do vestido que a noiva vai, enfim, poder sentir um pouco o gostinho do casamento, aquele momento no qual a cerimônia e a festa começam a se transformar em realidade.

A esta altura, o vestido está pronto. Quando a noiva faz uma peça sob medida, ela já passou por várias etapas nas quais as mudanças mais estruturais foram feitas. Então, na prova final, dá apenas para fazer pequenas alterações, como barra, zíper, um detalhe no decote ou na manga. Por isso, atenção: não deixe para pedir mudanças significativas na última hora. Faça suas alterações ao longo do processo de produção do vestido para que você se sinta amplamente segura com suas escolhas quando ele estiver pronto.

O sapato que será usado no grande dia é objeto imprescindível para esta prova. Com ele, será possível checar se a barra está no lugar correto. Normalmente, a noiva perde peso durante a confecção do vestido, então não é raro ter que ajustar o zíper e a barra. Por isso, a Luciana gosta de deixar esses detalhes para serem acertados nessa última prova, afinal uma vez que a barra foi cortada não tem mais volta!

“Eu sempre indico para as minhas noivas fazerem a última prova do vestido junto com o cabelo, maquiagem, acessórios e lingerie. Assim, ela consegue visualizar como será seu look no dia do casamento, ver se está tudo em harmonia e, se precisar ajustar algum detalhe, dá tempo tranquilamente”, explica Luciana.

Além dessa prova final que, geralmente, é feita faltando 15 dias para o casamento, a Lu gosta de fazer o que ela chama de tira-teima. “Não gosto de arriscar do vestido estar largo ou justo, então, uns cinco, sete dias antes de entregar a peça, faço uma nova prova para checar se está tudo em seu devido lugar!”, conta.

São muitos detalhes e, às vezes, muita gente envolvida nessa última prova. Por isso, a Lu indica: “Curta esse momento! A prova final lhe permite ver como estará no grande dia e se ver por inteiro, é muito emocionante!”.