Dicas

7 dicas para organizar o casamento na pandemia

Por 26 de fevereiro de 2021 Nenhum comentário

 

Mini weddings cheios de personalidade e significados são a marca para casamentos na pandemia

Mesmo com a nova onda do Coronavírus ainda estacionada no Brasil, aos poucos e com toda atenção para os protocolos de segurança sanitária, os casamentos na pandemia têm voltado a acontecer. São mini weddings cheios de personalidade e muito significado. Listamos as 7 principais dicas para você que está nos preparativos.

 

  1. Atenção aos protocolos sanitários: isso talvez seja uma das coisas mais importantes com as quais você deve se preocupar com o seu casamento na pandemia. Ter espaço entre as cadeiras, álcool gel e pia para higienização das mãos, insistir para que todos (convidados e prestadores de serviço) utilizem máscaras – que podem até ser personalizadas com a topografia e identidade visual do casamento. Também vale ficar de olho nas restrições de horários para a realização do evento, pois cada cidade faz alterações semana a semana, de acordo com os números da Covid-19 na região.

 

  1. Lista de convidados: mini weddings têm até 100 convidados, porém, nos casamentos na pandemia, o mais comum é casamentos com de 10 a 30 convidados. Na hora de fazer a lista, pense nas pessoas mais próximas, que são mais imprescindíveis na sua vida e que não podem faltar de forma alguma. Deixe os convites por formalidade de lado e invista em quem realmente tem importância e significado na vida do casal.

 

  1. Escolha atenta de fornecedores: essa dica é para casamentos na pandemia e fora dela, né? É sempre muito importante conhecer o histórico dos fornecedores a fundo, procurar opiniões de quem já utilizou seus serviços e se há algum motivo que possa deixar os noivos desconfortáveis de alguma forma. Na dúvida, converse bastante e, se preciso for, não tenha medo de mudar de fornecedor. O importante é que vocês sejam muito felizes no grande dia. Uma dica interessante é: contrate uma assessoria que possa te ajudar na seleção e gestão de todos os fornecedores.

 

  1. Quanto mais personalizado, melhor: um casamento pequeno assim precisa ser a cara dos noivos ao mesmo tempo em que é uma experiência feliz também para os convidados.

 

  1. Espaço: onde vai ser? Na casa dos pais? No sítio da família? Na praia onde vocês se conheceram? No restaurante onde decidiram casar? Quando o casal escolhe um lugar cheio de significado, mesmo que seja para um casamento na pandemia, a festa fica ainda mais linda e personalizada! Ah, e fique atento para que o espaço seja condizente com o número de convidados. Afinal, é preciso distanciamento, mas fica muito desproporcional 30 pessoas num lugar para 300!

 

  1. Festa pequena não significa baixo custo: se engana quem pensa que mini wedding é mais barato. Você pode utilizar o mesmo orçamento daquela festança para poucos convidados, pois pode lhe trazer muitas possibilidades que você não teria se fizesse um casamentão!

 

  1. Atenção aos detalhes: quando o casamento é pequeno, os detalhes ficam ainda mais evidentes. Então, tenha atenção a tudo e, se possível, envolva seus convidados na preparação. Assim, a experiência será uma realização para todos os presentes, não só para os noivos.

 

Casamento na pandemia é um desafio, mas com muita paciência, amor e responsabilidade é possível celebrar a formação da nova família de um jeito muito especial. A Constance Zahnpublicou há um tempinho algumas dicas de organização do casamento na pandemia, vale dar uma olhada pra se inspirar!

Deixe seu comentário!

Abrir chat
Podemos ajudar?
Olá!
Como podemos ajudar?